sábado, 5 de maio de 2012

Obrigado


Podia dizer muita coisa, mas acho que "Obrigado" é a palavra mais correcta e estou certo que todos os fãs de futebol, que idolatram o jogo por paixão, estarão de acordo comigo. Guardiola trouxe algo de novo ao futebol, modelou uma cultura de um clube, interpretando-a até à exaustão, criou a sua própria marca, criou a sua própria história. Desde que me conheço, foi a equipa que mais prazer me deu ver jogar, porque teve uma ideia muito própria e além disso, venceu, conquistou, glorificou. Ficará sempre na história como a já designada "Pep Team", por isso agradeço tão bons momentos de futebol que ficarão indubitavelmente na nossa memória. O Barcelona continuará a sua história, pela escolha do seu sucessor, pretenderá manter a sua cultura, a sua filosofia de jogo e cá estaremos no futuro mais próximo para analisar.

Pep decidiu sair. Foi uma decisão sua e como treinador de futebol que também sou, acabo por o compreender. Como ele disse e bem, 4 anos como treinador no Barcelona são uma eternidade, eu acrescento que em qualquer clube, excepto o Manchester United, o são. Há uma altura em que há um desgaste dos jogadores em relação ao treinador, à sua voz, à sua comunicação, à sua metodologia, é perfeitamente natural isso acontecer devido à rotina do dia a dia, como também acontece com o treinador, que lidera quase os mesmos jogadores à muitos anos e às vezes o ser humano precisa de novos desafios, há uma necessidade de se transcender até para não haver uma certa acomodação, por isso compreendo Guardiola na hora da saída. Espero que possa descansar e que possa voltar rapidamente ao futebol. O bom futebol precisa de Guardiola e estou certo que Guardiola, mais tarde ou mais cedo, necessitará do bom futebol.

Por agora, bom descanso e muito obrigado Pep.

Nenhum comentário:

Postar um comentário