domingo, 8 de abril de 2012

Porquê sempre tu?


Realmente, olhando a todo o talento inerente, é a pergunta que o mais comum dos adeptos fará. Não passam dois dias seguidos sem haver uma notícia sobre Balotelli. E quase sempre pelas más razões. Porquê perguntará o mundo inteiro? O que levará um jogador, de tão reconhecidas qualidades, com capacidade absoluta para estar no top 5 dos melhores do mundo, a desperdiçar de forma quase estúpida todo o seu talento?

 Deus dá nozes a quem não tem dentes e neste caso, este ditado assemelha-se completamente. Força, explosão, velocidade, técnica individual, potência, irreverência, golo. Todas estas palavras serviriam para descrever Balotelli, mas não, não é sobre isto que ele pretende que se fale, mas sim dos seus supostos flirts, das conferências de imprensa de apresentação de treinadores invadidas, das entradas assassinas que protagoniza dentro do terreno de jogo, da imaturidade que tem dentro do próprio jogo, é disto que ele pretende que se fale, ou então, não tem noção da realidade. E isto será um exemplo para os mais jovens que pretendem singrar no futebol?

Responda quem souber: o que leva um jovem com tantas qualidades, com tanto talento para o jogo, milionário, com tanta gente que se preocupa consigo e o quer levar para uma carreira condizente com um jogador de top, a desperdiçar de forma estúpida todas as suas qualidades? Costumo dizer aos meus jogadores, só os fortes, só os vencedores é que ficam na história, não aqueles que podiam ser tudo, e se calhar não irão ser nada. Consegue prever o futuro de Balotelli daqui a três épocas? Eu não, mas se pudesse apostava...

Nenhum comentário:

Postar um comentário