sábado, 14 de abril de 2012

Impossível não gostar...


Quando falamos em centrais de top, provavelmente os primeiros nomes que nos vêem à cabeça serão Gerard Piqué, Sérgio Ramos, Pepe entre outros. Na Alemanha, mais propriamente em Dortmund, vive uma das mais interessantes duplas de centrais do futebol europeu. Falo evidentemente de Subotic e Hummels, dupla de centrais do provável bi-campeão Borússia. Se é verdade que os jogadores reproduzem em campo, a ideia do treinador, não é menos verdade que a relação que têm com a bola potencia, ou não, tudo o resto. Hummels, falando particularmente, é um central completíssimo no meu entender e não é por acaso que, atendendo ás suas características, o Barcelona surge como potencial interessado. Não é em vão, atendendo às suas características e aquilo que o modelo do Barça pede na sua posição 4. 

Hummels é muito forte na primeira fase de construção, tem uma capacidade de passe notável, quer vertical quer horizontal, sendo o vertical sempre mais perigoso e imprevisível pelo explorar da profundidade se for longo, ou pelo jogo entre linhas se for mais curto. É um central forte em antecipação e extremamente sereno em todos os momentos, o que para um central, é sempre de valorizar. Antigamente a um central pedia-se capacidade de desarme, dureza, simplicidade de processos, hoje em dia potenciam-se outro tipo de comportamentos aquando da passagem da fase defensiva para a ofensiva e neste capítulo, são poucos os predestinados com a capacidade para serem construtores de jogo na sua primeira fase. Hummels tem isso e seguramente, tem todas as características e mais algumas para a curto prazo, ser um dos centrais referência a nível europeu.

Como diz o título e eu gosto muito deste tipo de defesas centrais, é impossível não gostar.

Aqui fica um vídeo como complemento ao que falei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário