quarta-feira, 3 de março de 2010

Treinadores e diferentes posturas no treino

Ora aí está mais um tema a desenvolver e a merecer debate. Antes demais, peço desculpa pela minha ausência mas agora a minha vida tem estado bastante mais ocupada e tem sido extremamente complicado cá vir. Falando deste tema, parece-me merecer discussão. Como treinadores, qual acham que deve ser a postura mais correcta no treino? Mais activa ou mais passiva? Explicando um exercício e demonstrando-o ou só explicando, colocando os diferentes feedbacks conforme o seu desenvolvimento? Bom, não existem grandes segredos, mas acho que depende muito da forma como o próprio treinador interpreta as suas ideias e interpreta o seu próprio treino. Há treinadores mais activos, que gostam de mostrar a sua presença e o seu cunho pessoal, há outros mais observadores, mais silenciosos e mais passivos, nem sempre delegando em si a condução do treino, mas sim em seus colaboradores. Qual a vossa ideia sobre este assunto? Pessoalmente, gosto de estar activo no treino, fazer ouvir a minha voz sempre que ache pertinente, seja para explicar, motivar ou repreender quando for o caso, quando explico os exercícios, gosto de os demonstrar e fazer ver como acho que as coisas devem ser, ou seja, nem sempre me limito só a dar indicações, mas verdade seja dita, também depende dos exercícios, dos objectivos que queremos que o exercício tenha, etc, etc. Não existem fórmulas mágicas, há posturas e métodos e é nesse sentido que devemos discutir.